=====================

 

Ideias para Blogger

Portugal em movimento II

Written By Al Berto on sábado, julho 22, 2006 | sábado, julho 22, 2006

O Governo prepara-se para legislar sobre a Lei do Sector Empresarial Local onde pretende impedir que autarcas acumulem cargos em empresas municipais.

É considerado que esta duplicação de cargos não faz sentido.

Por seu lado a Associação Nacional de Municípios Portugueses considera indispensável a presença de autarcas na administração das empresas... pudera.

Toda a gente sabe que há empresas municipais que são puramente fictícias e algumas objectivamente são uma forma de endividamento escondido das autarquias.

Esta medida, que visa o reforço da transparência e rigor no financiamento local, é uma premente necessidade para obviar ao contínuo crescimento do endividamento autarquico que neste momento atinge os 3,9% do PIB.

4 comentários:

José Manuel Dias disse...

Esta medida merece aplausos...
1 Abraço

José Manuel Dias disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
António Silva disse...

o problema deles é que também querem ser "funcionários públicos".
essa é uma doença que custa a passar.

migas (miguel araújo) disse...

Pois eu já tenho mtuias dúvidas.
Quando se fala tanto na necessidade de se reduzir a despesa pública e a desesa local, esta medida só vai provocar uma maior despesa em salários a dispender.
Enquanto três vereadores a tempo interior desempenharem as funções camarárias (respectivos pelouros)e simultâneamente serem membros do Conselho de Administração de uma EM, teoricamente, a acumulação de funções evita a necessidade da empresa municipal pagar vencimento a administradores.
E, se são empresas municipais, a ligação política e de gestão tem que estar devidamente assegurada em função à Câmara Municipal. Isto parece-me óbvio.
Cumprimentos