=====================

 

Ideias para Blogger

Crime e castigo

Written By Al Berto on sábado, junho 09, 2007 | sábado, junho 09, 2007


Com referência ao artigo anterior, e após o comentário deixado pela minha querida amiga Stella que me "despertou" para saber mais pormenores actualizados sobre o caso, tomei conhecimento de detalhes que alteram por completo a análise da ocorrência com os "jovens", portugueses e espanhóis, em Riga, capital da Letónia.

Os novos dados são, e a menos que as agências noticiosas não saibam o que andam a dizer:

- que os citados "jovens" têm entre os 25 e os 36 anos;

- estavam bêbados na altura do vandalismo;

- tiraram uma bandeira da Igreja da Nossa Senhora dos Lamentos na capital letâ e começaram a pisá-la;

- terão, entretanto, tirado outras bandeiras nacionais da Letónia e quando viram a polícia, deitaram duas ao rio Daugava, mas não tiveram tempo para se livrar de outras três que tinham com eles.

Estas acções prefiguram uma acção continuada de vandalismo e não um irreflectido acto.

Por outro lado com a idade que se sabe agora terem - da maneira como a notícia foi dada pensava eu serem adolescente ou mesmo crianças - a única atitude correcta a tomar é dizer:

- "PAU NELES"... e de forma severa... de preferência na prisão.

Como português sinto-me envergonhado por termos selvagens como estes a pisar a mesma terra pátria onde, ao longo dos séculos, milhares deram a vida para que ela, sempre, se mantivesse una e independente.

Aos leitores do Estados Gerais a quem, enganado pelas primeiras notícias, induzi em erro, apresento o meu pedido de desculpas.

20 comentários:

Carlos Tavares disse...

É, também eu fui induzido em erro quanto á idade dos meliantes.
Também, qualquer um diria que actos destes só mesmo por crianças.
Pelos vistos estes são bem adultos mas aquelas cabeças não têm lá nada dentro.

Pata Irada disse...

É!
Se as pessoas não forem educadas pelos pais na infância, depois dá nisso.
Geralmete os mal-educados, na idade adulta, acabam virando casos de polícia.
Alguém tem que contê-los para o bem da sociedade.

Parece que o grande mal dos nossos tempos é a falta de educação.

O que se espera é que os pais eduquem bem os seus amados filhos e não joguem para a sociedade a responsabilidade de resolver "o problema" que eles mesmos criaram pela sua incompetência. Se não querem ou não são capazes de educar então que não tenham filhos para o bem da humanidade.

Mostardinha,
um bom final de semana e
um beijo.

RB disse...

Quando faço asneira, o meu pi costuma dizer-me "é o que dá a bebedeira". Penso que a frase se aplica a este caso

Cris disse...

Bom dia, José, querido amigo. Dê um pulinho no outro lado... Grande beijo!

veritas disse...

Olá!

Eu também tinha ouvido a notícia no rádio e fiquei com a impressão que eram adolescentes. Tendo em atenção o que agora diz, concordo consigo. É um acto de vandalismo que merece uma responsabilização. Nem parecem portugueses, logo hoje que honramos a nossa pátria, a nossa língua, os nossos vestígios pelo mundo...

bjs. Bom domingo.

melga meiguinha disse...

Parece que também fui induzida em erro mas não por você, está claro.

É que com aquelas idades bem mereciam uns bons tabefes.

Beijocas.

Fábio Max Marschner Mayer disse...

Sabe Mostardinha, eu sou um ativista contra o álcool, principalmente entre adolescentes.

Não que seja contra, pelo contrário, eu aprecio um bom vinho.

Mas, pô! Garotos dessa idade agindo dessa maneira sob efeito de álcool? Já na minha época de adolescente eu ficava irritado com amigos e colegas que excediam, mas esse caso aí foi terrível!

Quer saber? Vai ter gente que dirá que sou radical demais... mas álcool para jovens, só depois dos 21 anos e tem que dar CADEIA poara quem fornece...

migas (miguel araújo) disse...

Para mim ficavam em prisão na Letónia até aprenderem a falar melhor letão que português.
As pessoas t~em que saber ser responsáveis pelos actos que praticam.
Não sabem beber, bebem água.
Porque há coisas que nem a bebida serve de desculpa.
Cumprimentos

Saramar disse...

José Alberto, não creio que você induziu ao erro, senão que tenha sido induzido.
No caso desses indivíduos, a prisão é realmente castigo merecido.
Os símbolos de um país devem ser respeitados, mais ainda por aqueles que o visitam.

beijos, boa semana.

JotaCê Carranca disse...

As notícias são 'vendidas' como dá mais jeito... por isso não falo política

Abraços

Ricardo Rayol disse...

Tinha que ser aqui no Brasil, teus compatriotas iam gostar de nossas amp´las e confortáveis instalações presidiárias.

guilherme roesler disse...

Mostardinha,

parabens por ter um blog de responsabilidade como o Estados Gerais.

O primeiro grande passo para a democracia de informação é a verdade sobre os fatos transmitidos.

Parabens Estados Gerais!

Abraços.

Barão da Tróia II disse...

É a constatação de que a maltinha não respeita nada. Quando assim é uns murros nas fuças são o melhor remédio. Boa semana

Jorge Sobesta disse...

Caro Mostardinha,

Concordo com o Rayol, porém descordo caso fossem presos em alguma "operação" da Polícia Federal, hehe.

Grande Abraço.

Patrick Gleber disse...

José Alberto,

Grande parte da cura dos males da humanidade está em casa, ou seja, na família!

Veja no meu blog a montagem que o governo boliviano fez com a imagem de um soldado brasileiro. É estarecedor. Aguardo sua opinião.

www.blogdopatrick.br21.com

Marlene Maravilha disse...

A vida tem destas coisas. Seria ótimo e de bom tom que pudessemos modificar o mundo. Com certeza seríamos mais felizes!
abraços

Yvonne disse...

Querido, como não estou por dentro do assunto, deixo de comentar. Beijocas

Moinante disse...

Caro amigo Mostardinha :
Face ao que li neste presente post , concordo plenamente essa de " Pau neles " , eu acrescento : Só perdem as que cairem no chão .

Um grande abraço .
Votos de continuação de uma boa semana .

Stella disse...

caro amigo, muito me enobreceu o fato de ter pesquisado uma minha questão, sinal que é uma pessoa séria, responsável e principalmente leal para com quem o lê.
um abraço, Stella

CAntonio disse...

Caro Alberto,

Fomos induzidos ao erro, mas a culpa não foi sua. Esquenta não.
Agora é como você disse: PAU NELES!


Grande Abraço,