=====================

 

Ideias para Blogger

Liberdade de expressão... sempre!

Written By Al Berto on segunda-feira, maio 28, 2007 | segunda-feira, maio 28, 2007


Todos nós sabemos o papel que as televisões têm em regimes de ditadura.
São meras correias de transmissão dum poder corrupto, arbitrário e policial.
Foi assim com a RTP (televisão portuguesa) e foi assim com todas as televisões que sofreram as mesmas condicionantes.

A história da televisão venezuelana não é diferente.
Uma televisão condicionada por indivíduos revanchistas que de democracia têm uma ideia muito vaga que, em plena ditadura venezuelana "batiam palmas com as orelhas".

O que assistimos hoje é a uma inversão destas posições com resultados práticos idênticos.

Uma televisão que não consegue ser suficientemente independente para conseguir fugir "á mão do dono" e um poder político que nós em Portugal conhecemos bem e que ficou imortalizado no célebre "Verão Quente" de 1975.

Um caso típico dum choque de ideologias antagónicas que de democracia pouco conhecem.

Se o "pesado" passado da televisão venezuelana de servilismo a políticas reaccionárias e ultrapassadas é um facto, sem sombra de dúvida que o gesto do governo venezuelano de fechar esta estação televisiva é um atentado á liberdade de expressão na sua forma mais grave.

Quase se poderia dizer de que estão bem um para o outro mas, desta vez, quem fica a perder é o povo venezuelano que, assim, se verá mais condicionado na sua opção de escolha no que a órgãos de informação diz respeito.

A atitude reprovável do governo venezuelano é uma demonstração clara de quem tudo quer controlar a qualquer custo.
A maior ou menor audiência dessa estação televisiva deveria ser uma situação que deveria unicamente caber ao povo venezuelano.

Este é o típico comportamento político que todos devemos repudiar.

15 comentários:

Pata Irada disse...

Mostardinha

Peço licença para publicar aqui no teu espaço esse endereço:

http://www.polibiobraga.com.br

É a iniciativa de um gaucho que quer mobilizar o maior número de pessoas para defender a democracia não só na Venezuela como também aqui no Brasil.
_____________________________________

Saiba como você pode ajudar os democratas da Venezuela

É para defender a democracia na Venezuela e por extensão defender a democracia também no Brasil, que a equipe desta página cria nesta data o Grupo dos Amigos da Venezuela, o GAV, cuja primeira ação é a criação deste espaço para registrar e denunciar o que ocorre em Caracas, mobilizando forças para também apoiar os venezuelanos na luta contra Chavez e seus esbirros.

detalhes:

http://www.polibiobraga.com.br/?PAG=ultimas_noticias
_detalhe.asp?ID=34760


Um beijo.

Catellius disse...

Viva Mostardinha!

Gostei muito de seu comentário lá no Pugnacitas. Pelo visto nos entendemos muito bem quando o assunto é religião, he he.

As revistas e redes de televisão são tendenciosas, mas devem ser livres para sê-lo. Nos EUA mesmo temos jornais conservadores e liberais, de ideologia oposta, como o New York Times e o Wall Street Journal, no Brasil temos a Veja e a IstoÉ, a Primeira Página e a Carta Capital.
O que está acontecendo na Venezuela é inadmissível. Você apóia a medida?

Abração!

Ricardo Rayol disse...

A mior sacanagem é que o pequeno Fidel arrestou os bens capitalizados por mais de 50 anso da TV. Sem choro, vela ou ressarcimento. Baita roubo.

O sujeito é completamente destrambelhado mas o que mais dói é que o governo brasileiro foi incapaz de dizer uma vírgula contra esse abuso.

Fábio Max Marschner Mayer disse...

Chaves, não contente em fechar a RCTV e roubar seus equipamentos, ainda declarou que as demais TV(s) que não tratarem do caso como "fim de concessão", terão o mesmo tratamento.

Se isso não é ditadura, não sei mais o que é democracia!

Eu ainda lembro da luta que foi aqui no Brasil pela democracia. 100 mil pessoas num comício histórico pelas Diretas Já na boca maldita em Curitiba e a Rede Globo, então canal oficial do governo, não deu sequer uma nota sobre o assunto.

A democracia de verdade implica em tolerar as opiniões contrárias, mesmo que abusivas, que devem ser atacadas de forma institucional, pelo Judiciário. Se não é assim, é ditadura, e Chaves é ditador, além de ladrão!

Alcinéa disse...

Mostardinho,
esse é um dos crimes mais bárbaros e com todos os requintes de crueldade contra a democracia, contra o povo... Estou indignada, revoltada.

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

Olá,
já tinha saudades de passar por aqui.
Beijos embrulhados em estrelinhas

Yvonne disse...

Querido, o que dói na alma é saber que entra século, sai século, entra milênio, sai milênio e os tiranos continuam achando que são os verdadeiros donos do país. Esse Hugo Chavez é um MERDA! Beijocas

Margri disse...

É bem verdade que os extremos se tocam:
Ditadura... de esquerda ou de direita, pouco importa, é ditadura, e os métodos são os mesmos.

Relativamente à alusão que fizeste ao Verão quente de 75 em Portugal, dizia-se na altura que Salazar tinha gerado muitos comunistas, e que depois os comunistas geraram muitos simpatizantes da direita.

Mas os ditadores continuam cegos e surdos...

Um abraço.

Enfim... disse...

ora nem mais, gostei muito desta tua ideia de ver as coisas

Bjkas

JotaCê Carranca disse...

Está visto que todo o poder quer controlar os meios de comunicação social.
Neste caso concreto não defendo nem acuso, pois não sei qual a programação que tinha, nem que valores defendia, nem os termos da lei da rádio e televisão.
Ah! me esquecia que eu não falo política...
Um grande abraço

guilherme roesler disse...

Mostardinha, isso é postura de aspirante a tirano.

A imprensa, querendo ou não, desempenha um instrumento da democracia.

A sua supressão, e o que é pior, a sua estatização, é um dos caminhos a opressão.

veritas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
veritas disse...

Essa foi uma das estratégias de Salazar para manter o povo como um cordeirinho manso, quem não vê não sabe e consequentemente não reflecte, não questiona ou idealiza...a televisão vai servir é de estandarte para a propaganda ao regime...tal qual o aparato hitleriano com os seus discursos inflamados que faziam uma engenhosa lavagem ao cérebro dos ouvintes a ponto de legitimar um dos mais medonhos genocídios de que há memória...

Bjs. Boa semana.

Alexandre disse...

A Venezuela está a tornar-se num país explosivo naquela área com muitas «vantagens» em relação a Cuba, por exemplo: é que tem petróleo, tem um território grande e uma população esclarecida!

Não sei como chegou a este ponto!

Um abraço!

Patacoadas do Cleber disse...

Repudio a atitude de Hugo Chaves. Foi importante, no entanto, frisar que a RCTV nunca primou pelos valores democráticos. Deveria valer, porém, o controle remoto na mão do telespectador. São dois exemplos do poder (poder da comunicação X Poder executivo Venezuela) extrapolando e desvirtuando suas funções.