=====================

 

Ideias para Blogger

Estão bem um para o outro.

Written By Al Berto on sexta-feira, março 09, 2007 | sexta-feira, março 09, 2007

Um Bush completamente desacreditado internacionalmente, em fim de "percurso" e que já conseguiu o feito de ser "uma piada de si próprio", iniciou uma viagem que o levará a alguns países da América Latina.

Os USA, por seu lado, com uma política externa confrangedora, enviam um "emissário" que não tem perfil nem competência para conseguir, de forma séria e transparente, o que quer que seja de proveito de qualquer uma destas suas visitas.
O descrédito de que é alvo a tal conduz.

Sem o respeito internacional que deve ser devido a estadistas políticos, Bush limita-se a dar uns passeios pois politicamente está completamente esgotado.
Enviando um emissário com estas características os USA perdem uma oportunidade soberana de alargarem, de forma consentida e leal, a sua influência na região e, de certa forma, reforçam a imagem de todos aqueles que se lhe opõem.

Aqui entra em cena um oportunista chamado Hugo Chavez que, sabendo desse descontentamento, não perde tempo e ele próprio inicia uma viagem paralela por alguns países latino-americanos.

Em termos de credibilidade quase que se poderá dizer que estão bem um para o outro.

23 comentários:

Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba disse...

Com TODO RESPEITO:

Essa é a própria soma de duas grandes potências, tendo como resulte, a própria AMERDICA LATRINA!!!

Chega a dar repulsa...

Beijos para teu final de semana!!!
Cris

Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba disse...

E em tempo:

Sei que tenho vindo pouco aqui, mas estou amando meu curso e tenho lido muito também!!!

Beijos,
Cris

Cristina disse...

Além de ter o Bush como presidente do país aonde vivo, tenho que concordar contigo, e não é só o mundo que está contra ele, os próprios americanos estão todos também duma forma geral. Ele tem dado cabo do nosso (no que vivo) país e do resto do mundo...é triste, mas é verdade...

Tem um bom fim de semana,
beijinhu

Santa disse...

Blog da Semana! Indicado pelo Estados Gerais é, sem dúvida, uma honra!.

Muito grata, beijos.

Jorge Sobesta disse...

Caro Mostardinha,

O macaco branco deu com os costados aqui no Brasil hoje.
Lula não foi recepcioná-lo no aeroporto. Deve ser para não ofender seu amiguinho Huguinho Maluquinho.
Fica aqui uma pergunta : Será que Bush vai a Venezuela?

Grande abraço e um ótimo final de semana.

Jorge Ortolá disse...

Mas José Alberto,

A sociedade Norte Americana só tem aquilo que merece.
Afinal... quem pôs lá este inergume do Bush ? Fomos nós ??

Grande abraço

veritas disse...

Sim...credibilidade, um valor que vai rareando...

Bjs. Bom fim-de-semana.Aproveite o sol.

Pata Irada disse...

Oi Mostardinha
Lula ficou tão excitado com a presença do Bush, que nos presenteou com uma pérola para meditar durante todo o final de semana.
Disse:
"É preciso encontrar o ponto G"

Bom depois dessa é só esperar para ver o mundo rolar de rir.

Um beijão e um bom fim de semana.

Kalinka disse...

Apetece-me sentar-me no parapeito da janela e olhar o céu em silêncio, contemplar as estrelas, sentir-me envolvida pela luz da lua.
Apetece-me embrulhar-me num cobertor e chorar até que as forças me faltem, deitar toda a dor, mágoa, tristeza, desilusão, arrependimento, amargura, medo, tristeza…

Palavras para quê…???
Estou de férias…vou tentar «estar» muito bem.
Beijokas.
Bom fim de semana.

Stella disse...

eu não os vejo iguais, Chàvez está tomando o poder a força enquanto que Bush está lá porque o povo americano AINDA o quer lá.

Patacoadas do Cleber disse...

Nessas últimas 2 décadas não vimos surgir nenhuma liderança que realmente faça diferença na política. Abração

Guilherme Roesler disse...

Mostardinha,

As lideranças politicas na america latina estão cada vez mais unisonas no senrido de repudio aos EUA. Um forte ressentimento impera por aqui. Os motivos são os de sempre....

Abraços, GR.

PS. Andei meio sumido esta semana pois alem de estar como uma gripe que tirou minhas forças (ainda não passou por completo), ainda tive que trabalhar e estudar como se nada estivesse acontecendo. Assim, o tempo livre, o pouco tempo livre que tinha, era reservado à umas boas horas de cama.

Arauto da Ria disse...

Caro JAM,
No meu roteiro semanal pela blogsfera, não podia deixar de passar na sua casa que já adotei como minha, pelas incontáveis vezes que aqui entrei sem bater á porta.
Sempre actuante e militante.
Sobre a viagem do Bush á América do Sul, temo que agora ele vá dar uns rebuçados e no futuro por nada conseguir com estes, vá semear bombas e mortes num daqueles Países.
Esta espécie de homem é capaz de tudo para demonstrar que é dono do Mundo.
Um abraço e boa semana.

Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba disse...

Recebi um email de um núcleo de estudos da Universidade e ainda que retirando-se dele, toda a fantasia passível de ter sido inserida pelos ânimos esquentados, coloco-a aqui para que possa ser lida e no mínimo, analisada.
Não tenho teu endereço, pois se o tivesse te mandaria da íntegra, incluíndo os mapas dos livros de uma escola básica americana, mas segue o texto e ele por si só já é o bastante para reflexões. Não tenho como colocar aqui a cópia da página do livro, onde aparece o mapa do Brasil, mutilado, mas enfim, segue o texto na íntegra.

Beijinhos para teu domingo.
Cris

***************************
AGORA LEIAM A TRADUÇÃO DESTE TEXTO ABSURDO
QUE ESTÁ AO LADO DO MAPA

Uma introdução à Geografia

Em uma seção ao norte da América do Sul, uma extensão de terra com mais de 3.000 milhas quadradas.


3.5-5 - A PRIMEIRA RESERVA INTERNACIONAL DA FLORESTA AMAZÔNICA

“Desde meados dos anos 80 a mais importante floresta do mundo passou a ser responsabilidade dos Estados Unidos e das Nações Unidas. É chamada PRINFA (A PRIMEIRA RESERVA INTERNACIONAL DA FLORESTA AMAZÔNICA), e sua fundação se deu pelo fato de a Amazônia estar localizada na América do Sul, uma das regiões mais pobres do mundo e cercada por países irresponsáveis, cruéis e autoritários. Fazia parte de oito países diferentes e estranhos, os quais, em sua maioria, são reinos da violência, do tráfego de drogas, da ignorância, e de um povo sem inteligência e primitivo. A criação da PRINFA foi apoiada por todas as nações do G-23 e foi realmente uma missão especial para nosso país e um presente para o mundo todo visto que a posse destas terras tão valiosas nas mãos de povos e países tão primitivos condenariam os pulmões do mundo ao desaparecimento e à total destruição em poucos anos.”

Texto à direita da borboleta

“Podemos considerar que esta área tem a maior biodiversidade do planeta, com uma grande quantidade de espécimes de todos os tipos de animais e vegetais. O valor desta área é incalculável, mas o planeta pode estar certo de que os Estados Unidos não permitirão que estes países Latino Americanos explorem e destruam esta verdadeira propriedade de toda a humanidade. PRINFA é como um parque internacional, com severas regras para exploração.”

Para ficar indignado!
No dia 24/5 o jornal "Estadão” publicou sem destaque nenhum, e em três minúsculas linhas, a denúncia gravíssima de uma brasileira residente nos EUA.

“Os livros de geografia de lá, estão mostrando o mapa do Brasil amputado, sem o Amazonas e o Pantanal. Eles estão ensinando nas escolas, que estas áreas são internacionais, ou seja, em outras palavras, eles estão preparando a opinião pública deles, para dentro de alguns anos se apoderarem de nosso território com legitimidade. Nós somos brasileiros e, no mínimo, temos de nos indignar com esta afronta. Vamos passar este e-mail para o maior número de pessoas que conhecermos, e para que eles saibam que, embora eles não noticiem o fato, nós, povo, estamos sabendo.”

Celso Santos
Editora Abril S/A
Revista Casa Claudia
Fone: 11 3037-5925
Fax: 11 3037-5277
e-mail: cesantos@abril.com.br

Av. Brigadeiro Faria Lima, 674 – Cep 05426-200 – São Paulo – SP – Brasil .
Fone: (011) 3814-1244 - Fax:( 011) 3814-1663- E-mail: globaltours@terra.com.br - www.globaltours.com.br

Srs. já mandei para vários Senadores da República esta denúncia com o texto abaixo e a foto da página de um livro "didático" mostrando que somos menos do que ratos...
Divulguem e cobrem dos Ministros, Presidente, Senadores para que tomem alguma atitude.
Para ter acesso aos nossos senadores, acessem o site www.senado.gov.br/web/senador/senanome.cfm e você terá acesso a todos eles. Mandei para mais de 15. Se todos agirmos desta forma eles talvez façam algo, pois seremos vários a fazer isso.
O texto enviado é o seguinte:

Senador Maguito Vilela,
Houve quem duvidasse de que nos Estados Unidos havia mapas do Brasil sem a Amazônia. Pois vejam a página deste livro, no anexo, onde a Amazônia é dita como da responsabilidade dos Estados Unidos e das Nações Unidas, pois ela está localizada na "... América do Sul, uma das regiões mais pobres do mundo", é parte de "... oito países diferentes e "estranhos”... irresponsáveis, cruéis e autoritários...", povos cruéis, tráfico de drogas, e o “... povo é inculto, ignorante"...", podendo..." causar a morte do mundo todo dentro de poucos anos..."".
É só conferir na página 76 do livro DIDÁTICO norte-americano "Introdução à Geografia", do autor David Norman, utilizado na Junior HIGHSCHOOL (equivalente à 6ª série do 1º grau brasileira) anexo a esta.

Isso explica a "Operação Colômbia", as tropas americanas (80 mil) homens! No Suriname, a apropriação da base aérea (da FAB) de lançamentos de Alcântara, a intenção dos Estados Unidos de colocar um escritório da CIA na tríplice fronteira (Foz do Iguaçu), e a implementação de DUAS bases militares na Argentina, uma na Patagônia e outra próxima a Buenos Aires. Ou seja, a Amazônia está CERCADA, sitiada por forças americanas, que garantirão a posse da região a qualquer hora dessas. Essa notícia eu havia escutado há mais ou menos 8 anos atrás, em uma palestra, proferida pelo professor J.W. Batista Vidal, da Universidade de Brasília e Universidade Federal da Bahia.
Como já foi mostrado (ou justificado?) que a "guerra" contra Osama Bin Laden (de quem não se tem a MÍNIMA prova de que tenha realizado os ataques de 11 de setembro) e o Talibã é muito mais uma questão de passar um oleoduto pelo Afeganistão (para tirar o petróleo russo do Mar Cáspio), que o Talibã não concordava, é de uma clareza solar os motivos dos Estados Unidos na sua pretensão de "pacificar" a América do Sul, e de "combater" o narcotráfico na Colômbia, enviando para lá imenso arsenal e 100 MIL homens!
Vamos ficar de braços cruzados e boca calada? Ou vamos reagir?
Dos parlamentares, esperamos AÇÃO IMEDIATA.
Dos cidadãos, que REPASSEM esta notícia a todos os seus conhecidos!
Dos jornalistas, que DIVULGUEM este absurdo, para que a Nação se levante contra essa violência inominável!

Plínio Robson A. Panse

Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba disse...

O Brasil como todos sabem, detém o poder da tecnologia dos biocombústíveis e tecnologia dos carros com motores para uso de diferentes combústíveis em um mesmo motor. O Brasil é uma potência e em todos os níveis tecnológicos e científicos, mas carece e muito de políticos com formação. Parece-me que nesse país, quem não estudou tem como opção, ou virar jogador de futebol, mas isso implica e talento e nem todos possuem, ou então bandido ou político. Nesse último caso, podendo ou não, exercer as duas funções em uma!!!
Aqui tudo funciona muitíssimo bem, desde que não envolva núcleos políticos ou intromissão deles.
O que se viu nesse dia de passagem do presidente americano pelo Brasil e pela cidade mais movimentada da America Latina, é deplorável. Pararam São Paulo, num desrespeito e numa afronta com o povo brasileiro, que é simplesmente inadimissível. E aqui alguém lá tá preocupado com o pouco letras do Bush??? Mas não... O Lula não só se aconchavou com o DITO CUJO, para dar a eles a chave do cofre (a tecnologia dos bioscombustíveis), como também mandou parar São para o matutão passar...

E na Argentina???

Ah! Lá o carnaval foi com o dinheiro público da Venezuela!!!

Somando-se os 3, não dá MEIO!!!

Beijo,
Cris

migas (miguel araújo) disse...

Viva José Alberto
Há quanto tempo, não é?
Mas, mesmo sem escrever, tenho passado por cá várias vezes.
No entanto, em relação a este "post" gostaria de deixar um breve comentário.
Numa região politicamente desagregada e sem rumo, onde a tendência é para o totalitarismo e a decadência, cada vez mais acentuada, das estruturas sociais (corrupção, criminalidade, pobreza, etc.) a presença de Bush, mesmo concordando com o que descreve no post, é importante para a relação com alguns estados que ainda poderão contrabalançar a perigosidade Venezuelana e Bolíviana: casos do Uruguai, México e a própria ambiguidade brasileira.
Mesmo com a credibilidade em baixo, a visita nrte americana a esses estados tem um peso político e estratégico muito garnde.
Um Abraço amigo

ariadne disse...

Quanto tempo, hein, Mostardinha. É pq eu casei, mudei , engravidei, não necessariamente nessa ordem. E estou com net discada , q é lennnnta. Qdo á dupla Buch-Chávez, eu não sei quem é pior, cada um á sua moda.

abraço

veritas disse...

Olá!

Passei para desejar um bom fim-de-semana.

Bjs.

SaltaPocinhas disse...

Como se costuma dizer nestes casos, venha o diabo e escolha!!
Mas é uma pena que num continente tão rico como é a américa (principalmente a latina)se viva tão mal porque os países são todos tão mal governados e reina a corrupção!

JotaCê Carranca disse...

JAMostardinha:
Tenho passado por aqui e não tenho deixado a minha 'marca'.
Como sabes tive agora uma tentativa falhada de regressar ao meu país - Angola. Vários motivos houve que levaram a este falhanço, grande e frustrante para mim. Um deles foi mesmo de caracter político. Hoje vejo o mumdo caminhar para o 'neoliberalismo', nome pomposo para o degrau mais alto do capitalismo até então atingido, com «esquecimento» do todo social, que por não ser gerador de receita é simplesmente abandonado. Não é que concorde em absoluto com Hugo Chavez, porém te digo que fazem falta muitos como ele. Sabes que até chego a ter saudades do Muro de Berlim, por paradoxo que possa parecer.
As próximas gerações estão, como se costuma dizer em Português, feitas ao bife.
Um grande abraço e eu por cá vou passando, sem falar em política.

Yvonne disse...

Esse presidente Bush virou uma grande caricatura de si mesmo. Quanto ao pretenso Simon Bolivar que atende pelo nome de Hugo Chávez, esse é pior ainda. Que dupla! Beijocas

tunico disse...

Caro Mostardinha:

A passagem do Bush por aqui a meu ver foi com o intuito de mostrar quem é que manda realmente.Está claro para mim que não foi idéia dele e sim de sua Secretária de Estado e da diplomacia americana, vendo que Chávez está aumentando perigosamente sua influência na América Latina na base dos petrodólares.A idéia dos americanos é a médio prazo importar etanol brasileiro suficiente para reduzir a zero a importação de petróleo venezuelano e quebrar a espinha de Chavez. Bush está se prestando ao papel de mensageiro do lobby que representa e de quebra,tentando atrair um aliado involuntário que precisa aumentar suas exportações para os EUA e assim resolver um problema diplomático crescente. O Brasil, com a tecnologia do etanol é o país com maior potencial a médio prazo de fornecimento de energia alternativa a parte do consumo de combustível fóssil.É portanto, uma espécie de reserva energética para o futuro.Hoje são produzidos aqui 2 milhões de barris de petróleo por dia, que servem para suprir 70% na nossa necessidade de combustíveis e derivados.Os restantes 30% são supridos pelo etanol. Não fosse o etanol, o Brasil teria que importar cerca de 700 mil barris de petróleo por dia.Como você pôde ler lá em casa, o potencial de produção de etanol brasileiro sem maiores agressões ao meio ambiente é brutal mas insuficiente para atender à total demanda americana e da União Européia.
O etanol brasileiro não será a panacéia para resolver a questão energética global a menos que as ONGs americanas e européias aqui instaladas consigam internacionalizar a Amazônia, como disseram alguns comentaristas aqui no seu espaço e transformá-la num imenso canavial.Mas isso é outra questão.

luma disse...

Constrangedor! E o povo no meio disso, fica como micos adestrados!
Boa semana! Beijus