=====================

 

Ideias para Blogger

Para reflectir.

Written By Al Berto on quarta-feira, setembro 27, 2006 | quarta-feira, setembro 27, 2006

Uma das características que a identificação e mapeamento do genoma humano permitiu saber é que o ser humano, ou seja todos os seis bilhões de habitantes do planeta, dividem 99,9% do seu genoma.
Apesar de somente cerca 0,1% variar de uma pessoa para outra em função da combinação dos genomas dos pais, o curioso é que esse ser humano passa 99% do seu tempo a afirmar que é diferente do seu próximo.

As consequências dessa ignorante teimosia têm sido desastrosas para a humanidade.

13 comentários:

veritas disse...

Olá José Alberto:

Penso que é mesmo para reflectir...iguais no mapeamento...diferentes nos valores...lá está a súmula "todos diferentes...todos iguais"...

Bjs.

efe disse...

Seis bilhões é muito bilhão! E muita população para uma Terra tão pequena! Não, a Terra não tem seis bilhões nem seis biliões de habitantes mas apenas seis mil milhões - o que é sensivelmente mil vezes menos.

Isabel disse...

Curioso pensar no poder desses o,o1.
sendo indiscutivelmente esses 0,01 que fazem a diferença, porque somos diferentes, de facto.
Porque não usamos essa diferença e o seu poder para nos aproximarmos...

Eu sou por certo muito diferente de si no entanto estou aqui, gostei do que vi... e vou voltar.
Venha visitar-me...
Encontrará igualdades e diferenças...

Isabel

CAntonio disse...

Mais ou menos assim?

Cada qual é um ser único mas a soma de todos não forma um único ser.

Meio complicado.

Caro Alberto, um dia (Não sei quando) nos descomplicaremos.

SDS

José Alberto Mostardinha disse...

Viva efe:

Não sei bem o que quer dizer mas obtive o número aqui:
World population
Mas já agora qual é a outra forma de dizer 6 mil milhões?

Um abraço,

Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba disse...

Pois felizmente para os que não estão lotados naqueles tidos como normalmente comuns e que por alguma graça, o numerozinho "1", sabe tão bem fazer a diferença...

Vim aqui especialmente para te aghradecer por tua elegância e gentileza. Obrigada por tuas visitas constantes e sistemáticas, a despeito de meu sumiço fora de meu próprio gosto.

Agradeço também pelo teu comentário pela exposição do Vasco e Nuno, em Toronto.

Em breve voltarei às minhas visitas mais constantes.

Beijinhos,
Cris

Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba disse...

Aliás queria te dizer...

Se puderes, vá ao TRILHAS & TERRAS e veja os dois últimos posts. Está valendo, pois depois de postar o anterior, a respeito de uma decisão de um juiz de Direito de Palmas, no Estado de Tocantins e ele me procurou... Postei agora o que ele me deixou escrito nos comentários do primeiro post. Confira!!! Ainda bem que nem tudo está perdido!!!

Beijinhos,
Cris

Cfe disse...

Caro Mostardinha,

Cada ser humano é único, sem igual. Nem os gêmeos são 100 % iguais. Isso prova que cada um, a sua maneira pode deixar sua marca impressa neste mundo. Cabe ao individuo discernir como será essa marca e se ele será boa ou má, grande ou pequena...

Já pensou se um Bethovem, um Da Vinci se limitasse a ser igual a outros tantos?

Esse pequeno percentual faz tantas vezes uma grande diferença...

Cumprimentos,

Cfe



Pra não perder a chance...
No domingo faça a diferença!
Vote 45!

Sabe como se chama a corrente a que pertence o Lula dentro do PT?
resposta: Campo Majoritário, que em russo é bolchevique!

Guilherme Roesler disse...

Mostardinha, o triste é que tem pessoas que ainda acham que existe raça superior neste mundo.... Entretanto, não podemos cair no erro de achar que todos são iguais, pois senão iremos cair sempre no totalitarismo. Por isso temos saber respeitar a grande diferença deste 0.01%. Abração, Guilerme

Rosarinho, a menina do caixa disse...

Recuso-me a acreditar que sou 99,9% igual ao Alberto João Jardim ou à vacarrona da Lili Caneças! Antes meter já a cabeça no forno da padaria!

efe disse...

Mostardinha,
O numero está correcto. Na notícia diz-se "6,5 billion", o que, traduzido em portugues quer dizer 6,5 mil milhões. O que está errado é a tradução, não o numero. No nosso sistema numerico um bilião é um milhão de milhões - (10 elevado a 12). O americano e ingles "one billion" são mil milhões (10 elevado a 9). A diferença é abissal. Fiz-me entender?

Ah...Não há outra forma de dizer seis mil milhões. Podes, claro, traduzir esse numero em algarismos...

José Alberto Mostardinha disse...

Viva efe:

Lido e compreendido.
Um caso concreto de relaxe intelectual de que me penitencio.
O número, irreflectido, é tão "bárbaro" que nem dá para acreditar.

Um abraço,

CarpeDiemBeHappy disse...

Bem...que haja por aí muitas pessoas iguais a mim em termos de valores até acredito, mas 99,9% custa-me a crer!!E espero que não, não quero ser igual a algumas pessoas que andam por aí!:(

Também se costuma dizer, todos difentes, todos iguais...deve ser por algum motivo...

Beijinhos