=====================

 

Ideias para Blogger

O Último Papa.

Written By Al Berto on quarta-feira, setembro 27, 2006 | quarta-feira, setembro 27, 2006


O escritor Luís Miguel Rocha, cujo livro ‘O Último Papa’ causou furor na sua apresentação na Feira do Livro de Frankfurt, disse não temer as eventuais reacções que a obra possa vir a causar na Igreja Católica ou nos sectores mais conservadores da instituição.
Nesse processo de apresentação seguiram-se Roma, depois Madrid e Barcelona.
O seu lançamento em Portugal é dia 29 de Setembro.


A sua agente diz temer pela segurança do escritor devido ao conteúdo polémico do livro, no qual Luís Miguel Rocha ‘desvenda’ uma teia conspirativa que leva à morte, assassínio, do Papa João Paulo I.

O livro é também um desafio á tolerância religiosa.

João Paulo I, o ‘Papa do sorriso’ e a quem o livro se refere, teve um dos reinados mais efémeros à frente do Vaticano, apenas 33 dias: de 26 de Agosto a 28 de Setembro de 1978.
Foi também o primeiro Papa, desde Clemente V (que ‘reinou’ entre 1305 e 1314), a recusar a cerimónia formal de coroação.

Um livro a lêr.

16 comentários:

Jorge Sobesta disse...

Caro Mostardinha,

No filme The Godfather III de Mario Puzo, tem uma alusão a morte desse papa relacionando o Vaticano com a Máfia siciliana.

Vai saber ...

Um abraço.

LCMarques disse...

Mostardinha, a minha preocupação é que lembro de ter lido na época da eleição do atual Papa que ele seria o ultimo (me parece que Nostradamus tem algo) e com esse imbrglio com os muçulmanos...

Abraços e vamos rezar para que o mundo viva em paz.

veritas disse...

Olá José Alberto:

Obrigada pela sugestão, porque vou comprá-lo, definitivamente, a semana passada vi-o nos escaparates, mas fiquei indecisa e adiei a compra. Já me decidi! E até se aproxima o fim de semana...

Bjs

CarpeDiemBeHappy disse...

Olá!!

Muito se tem dito á volta deste assunto, o melhor é eu comprar o livro. Obrigado pela dica.

Beijinhos

Patrick Gleber disse...

Valeu José, bela dica de leitura!

Passarim disse...

Mostardinha,

Acredite, tanto de um lado como do outro, a quem interessa uma guerra santa ? Veja: "CIDADE DO VATICANO - O grupo radical islâmico iraquiano Khaiech al-Mujahedin prometeu neste sábado lançar ataques contra Roma e o Vaticano, em resposta às palavras de Bento XVI sobre o Islã e a jihad (guerra santa).
"Juramos destruir sua cruz no coração de Roma. E que o Vaticano será golpeado e irá chorar por seu papa", anunciou o grupo, em um comunicado publicado na internet pouco antes da divulgação de uma mensagem em que o Vaticano lamenta a crise gerada em torno das palavras do pontífice. A facção também criticou "os cristãos ‘sionizados’ e os cruzados cheios de ódio” e qualificou Bento XVI de “cão dos cruzados”. Abs Jarbas

Cris disse...

Tudo é possível! Como estás? Sumiste, ó pá ! BJ!

Nat disse...

O filme O Poderoso Chefão III (não sei de em PT o título é igual - The Godfather III) já explorou esse tema. Será possível?

Kalinka disse...

Olá Mostardinha

Desculpa eu fazer este reparo, mas escreveste:
O seu lançamento em Portugal foi no passado dia 29 de Setembro.

E, hoje é que é dia 29 de Setembro.

Histórias de Igreja, Papas, Mafia...CONFUSÃO!!!
Não obrigado.

Beijokas.

Ricardo Rayol disse...

É camarada, uma estporia muito cheia de mistérios e contrasensos.

Jorge Sobesta disse...

Mostardinha,

Passei para lhe desejar um ótimo fim de semana.

Para nós vai ser um de muita expectativa!

Um abraço.

AC disse...

Obrigado pela recomendação e Bfs.
Cpts

Santa disse...

JOSÉ ALBERTO

Falha nossa!. A Santa não está em Recife. Quem está no blog desde o dia 27 é a estagiária (eu). Nada fácil substituí-la, e não fazer feio. Amanhã ela chegará de uma rápida viagem (trabalho). Parabéns pelo blog, beijos e até o segundo turno...

Santinha:))

Susana Barbosa disse...

José Alberto,

Creio mesmo que o que mais falta faz nos nossos dias é coragem!

Bom fim de semana.
Bjs

Margarida disse...

Atenção!
Este livro é uma excelente manobra publicitária.
Apenas bluff!

Anónimo disse...

Olá José Alberto,

Tenho andado desaparecido. Trabalho e mais trabalho.

Quanto ao livro do Post, acho que o escritor não deve temer as reacções do vaticano em particular e da igreja em geral.

Eu acredito que naqueles corredores muita é a conspiração. Até penso que a eleição deste Papa foi combinada.

Sou ateu, mas simpatizava com João Paulo II. Este apresenta-me uma certa desconfiança.

Aquele abraço