=====================

 

Ideias para Blogger

Vêr a política de forma desapaixonada.

Written By Al Berto on quarta-feira, agosto 16, 2006 | quarta-feira, agosto 16, 2006

Sempre vi a política de forma desapaixonada e, para mim, a nação está sempre acima de quaisquer partidos políticos.
Em democracia, se a governação for boa deve ser apoiada, seja qual for o partido do governo.
Por isso gostava de saber se, no Brasil, isto é verdade ou metira:

- Actualmente as exportações triplicaram;
- Bolsa de Valores: antes 11 mil pontos. Agora quase 40 mil pontos.
- Bolsa girava um volume financeiro inexpressivo. AGORA gira até 15, 20, 30 vezes mais.
- A Bovespa chegou a girar apenas 100 milhões. Agora gira alguns bilhões.
- O salário mínimo era 56 dólares, agora é 170 dólares.
- 1 saco de cimento custava R$21, hoje custa R$10.
- Um pacote de arroz 5k custava R$12, HOJE custa R$6,50.
- O Brasil era a 15ª. já em véspera de cair para a 18ª. economia do mundo. Hoje é 11ª.
- As reservas do país em dólares quadruplicaram.
- O Brasil saiu do FMI, e ainda pagou quase 40 bilhões de dólares de dívidas passadas. Actualmente as reservas superam a dívida.
- Turismo éra 23º no mundo, hoje é 12º.
- Risco: País era 1770 pts. agora é 240.

38 comentários:

António Silva disse...

economia não é o meu forte mas pelos numeros parece estar bem melhor...ou é impressão minha?

Tiago Motta disse...

São numeros verdadeiros, mas o curioso é saber quais medidas o governo atual tomou para que isso tudo se realizasse? Nenhuma. Constumam atribuir isso às linhas de crédito do BNDES, mas estas também advém do governo anterior.

Tudo o que vemos é que o único mérito do governo atual foi continuar a política economica do governo Fernando Henrique. Estando nós em um momento de crescimento global, sem crises internacionais, fica fácil entender numeros tão bons.

Mesmo assim, o governo atual foi muito mal gerido, o que nos custou um crescimento menor do que poderíamos. Hoje, o Brasil tem o menor crescimento da América Latina, sem contar com o Haiti.

José Alberto Mostardinha disse...

Viva Tiago:

Bom que você percebeu o espirito do artigo.
Um abraço,

sandrita disse...

BUENAS TARDES...
HA SIDO UN GUSTO ENCONTRARME CON TU BLOG...Y PRACTICAR EN ALGO EL PORTUGUEZ...JAJAJA
SALUDOS DE CHILE
SANDRA

Passarim disse...

Amigo Mostardinha,

Macro-economicamente estamos, bem, todavia, internamente estamos presenciando um mar de lamas, corrupção no núcleo do governo Lula. Pouco se fez em infra-estrutura e o povo foi transformado em "cliente", massa de manobra. Juros internos 16,5%, só os bancos ganham.
Estamos aqui nesta trincheira digital para servir. Será um prazer linkar o Estados Gerais no Aparte. Aqui de Belo Horizonte/Minas Gerais/Brasil, estaremos trabalhando com um só objetivo. Mudar para transformar, com liberdade, lutando por opunidades iguais para todos. Abs. Jarbas

Julis disse...

Bem, isso é uma boa?

vera disse...

Olá José Alberto: Se não fosse pela corrupção e pelo crescimento lento, sem investimentos em benefícios para a população o Brasil já seria um país de primeiro mundo! Mas os últimos 8 anos atrasaram nosso país e muito! :-) Bjs

vera disse...

O Brasil só cresceu 3,5% enquanto que a média de crescimento foi de 5,5%. Temos um governo muito corrupto!

jose justino de souza neto disse...

É espantoso como a direita brasileira pretende creditar ao des-governo do pavão FHC as conquistas econômicas e sociais do governo atual.
É mais espantoso ainda o argumento que coloca nas mão deste governo toda a corrupção que o anterior escondeu. Escondeu porque patrocinou e protegeu os que hoje são caçados pela Policia Federal e pelo Ministério Público.
A última operação da polícia federal foi contra os contrabandistas que o PSDB-PFL acobertavam. As fotos com o
Alckmin e familia, ACM e outros na tal DASLU, um dos pivôs do contrabando, estão pela internet para qualquer um ver. E as fotos do José Serra, vulgo Nosferatu, distribuindo ambulâncias ao lado do corruptor que está sob processo?
A Controladoria da União, por sua vez, tem a relação das prefeituras, seus respectivos prefeitos e partidos envolvidos em desvios de recursos e trambiques de todos os tipos. É só verificar quem aparece nessa lista.
Corrupção é o outro nome da sigla PSDB-PFL que tem mais de 300 prefeituras envolvidas sómente com o caso dos sanguessugas. O PFL e o PSDB, as novas vestais do falso moralismo udenista, aparecem na própria imprensa que os defende com seus representantes envolvidos em assassinatos, pedofilia, roubos e mais uma grande quantidade de crimes.
As classes dominantes brasileiras, e os inocentes úteis que tem complexo de superioridade, não reconhecem que o operário foi muito melhor que eles. A arrogância e o pedantismo desses indivíduos já foi motivo de chacota no mundo inteiro.
Se alguem duvida que por trás do ódio ao Presidente Lula não está o preconceito e a arrogância dos bem nascidos, leiam as declarações do Serra a respeito do fiasco da educação no Estado de São Paulo. O boquirroto culpou os migrantes. Por que ele não culpou também os imigrantes, como os italianos, portugueses, japoneses, alemães, chineses, etc...?
Neste blog tenho visto o complexo de inferioridade de alguns brasileiros que o acessam. Esse complexo é sintoma de inquietação e temor ao constatar que agora, neste país, colarinho branco não tem vez. Não é por menos que o pavão FHC vive fora do país. O Procurador da República em seu governo (e que escolhido por êle) engavetou todos os processos contra ele e alguns de seus auxiliares. Os que escrevem aqui sabem que o apelido do procurador era ENGAVETADOR DA REPÚBLICA.

Jorge Ortolá disse...

Olá José,

Esse xrescimento todo foi em tudo benéfico para o povo ? Se sim, parabéns ao Lula, se não...

Exónomia, não percebo muito.

1 Abraço e obrigado pelo comentário no meu blog.

ME disse...

Pelo que vejo nos numeros que tu postaste, desde que o Lula lá está, parece estar melhor... Não sei bem o que foi feito, mas que melhorou melhorou. E ele é de Esquerda:)

Mas será que está a vender o pais aos americanos para fazer subir a economia...

Beijinhos

ed disse...

A economia! É por isso que todas as sondagens dão vantagem a Lula apesar das oscilações. Será que a corrupção é hoje, com Lula, de natureza e grau diferentes do que era antes de Lula? E a segurança pública? E a autosuficiência energénica? E o desenvolvimento científico e tecnológico? E a educação? O Brasil, aos olhos do povo brasileiro, está melhor ou pior posicionado no mundo? A maioria do povo brasileiro vive, hoje, melhor ou pior do que à data da tomada de posse de Lula? Apesar das derrotas do escrete tenho a vaga sensação de que Lula vai ganhar. Até pela simples razão de que, no contexto actual da América latina, Lula é, politicamente, um moderado! Não esquecer o "esquerdista" e "terrorrista" Arafat!

CAntonio disse...


O Justino (um tanto injusto) diz, como o presidente a que idolatra, muitas bobagens.

A maioria no Congresso desde que o Apedeuta "entrou" (mas não assumiu)
na Presidencia, favorecia a quaisquer investigações do governo passado. O que fez o Apedeuta Inácio? Comprou os parlamentares (mensalão) para aprovar o que ELLE quizesse. Existiam irregularidades no governo de FHC? Se existiram, o governo do seu Inácio deu-lhe salvo conduto, limpou seu passado agora não adianta vir com o nhém nhém nhém da viuva que não sabia que o defunto tinha amante.

O momento atual no mundo é favorável ao crescimento, mas a timidez (ou desconhecimento) do atual governo, fez-nos apenas suplantarmos o crescimento do Haiti (que está em revolução interna!). Esse mar de brigadeiro, acredito, está no fim. Uma guerra aqui outra acolá e podemos ter tempos difíceis como foram as 6 (EU DISSE SEIS) CRISES INTERNACIONAIS OU REGIONAIS, que o governo anterior teve que amargar; e mesmo assim o crescimento do Brasil é exatamente igual ao do (des)governo atual. Turismo é algo que me fascina. O amigo Alberto pode verificar que Portugal recebe muito mais turistas que o Brasil, que tem uma diversidade de paisagens propícias ao tuismo: nem esse nem os governos anteriores deram reais condições para desenvolver o Turismo, que poderia sim acabar com a fome, principalmente do Nordeste brasileiro, nascedouro do Inácio.

Mas o Senhor Justino tem razão em alguma coisa: quando inicia o comentário: "É" (somente essa palavra traz alguma verdade). Rotular quem deseja ordem e progresso (o positivismo de Comte) de Direita é de uma boçalidade sem fim, própria dos idótras de um Apedeuta.

Justino deve ser pseudônimo de algum petista,com certeza.
Abraços ao amigo Alberto, ao Justino...fique com a Ignorância que se instalou no país com o Apedeuta Inácio.

Kafé Roceiro disse...

Amigo,
Me desculpe, mas a estabilidade e a melhora a que se refere foi dada pelo governo de FHC. Lula capturou a rebarba que aconteceria com ele ou sem ele. E o fator de insatisfação maior é a corrupção e a mentira. Por isso Lula pra nós é um mau governante. Ele fala mau do pai que lhe deixou a herança.
abraços do Kafé.

LCMarques disse...

Quem deu a melhor resposta foi a primeira dama atual, quando questionada dos motivos de buscar uma segunda nacionalidade:

"Buscamos a cidadania italiana porque queremos o melhor para os nossos filhos..."

Fraude explica?

Amplexos

José Alberto Mostardinha disse...

Viva Amigos:

>É disto que o meu povo gosta.

Discussão aberta e franca em que cada um dá a sua opinião livremente e sem constrangimento.
É isto que eu desejo para a linha editorial neste blog.

É preciso aproximar, juntar, como na parábola a "A Lição do Fogo", todos os irmâos brasileiros, para que, na diferença, todos ajudem a construir um Brasil mais fraterno, mais solidário e mais rico.

Também Portugal precisa de um Brasil assim...todos temos a ganhar.

Quero ver aqui opiniões a favor e contra o candidato Lula, a favor e contra o candidato Alckmin... isso é democracia.

E quero sobretudo ver opiniões a favor do candidato Lula já que, na minha opinião, deveria participar nos debates televisivos e não só.

Se não o temos aí que alguém aqui expresse ou justifique a sua acção governativa.


Um abraço amigo a todos pela participação sincera e sem reservas mentais.

Blogue da Magui disse...

O texto e claramente petista.Ex: arroz era 3,50 agora 7,20,cimento era 12 reais agora esta 23 o BR pagou o FMI e nao aplicou na educa�ao, estradas e seguranca.Sua politica agropeduaria acabou com o agronegocio.O Brasil teve o menor crescimento da America s� acima do Haiti.O risco chegou a esse patamar por conta do proprio PT na epoca das eleicoes. A estabilidade economica mundial faz com que o Brasil passe por uma estabilidade aproveitada pela populacao trabalhadora e que aciona essa nacao.Nada foi feito de novo.O que foi plantado pelo governo FHC agora e colhido. Fora isso , um chefe da maior quadrilha politica da historia nao merece ser reeleito .Temos gente melhor. Eu votarei nulo para presidente e ate acharia bom que o molusco ganhasse . O lucro imenso dos bancos como jamais na historia desse pais garante o rendimento do meu dinheiro aplicado.Mas quero um mineiro como presidente em 2010.Estou cansada de paulsita no poder.Estao ha 12 anos e a ultima reforma seria foi feita por um mineiro que em dois anos de governanca acabou com a inflacao e acionou o desenvolvimento.Alias todas as reformas feitas no Brasil sairam da cabeca de politico mineiro.Mas, e claro, toda moeda tem os dois lados.

Jorge Sobesta disse...

Caro Mostardinha,

Belos números sem dúvida.
O PT nada tem a ver com eles, só terá quando piorarem.
Resumindo: esses números indicam que quem era rico ficou mais rico, não necessariamente de forma honesta (não mesmo).
Gostaria de ver números oficiais sobre segurança pública.

m abraço.

Guilherme Roesler disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Guilherme Roesler disse...

Jose, assim voce mata s brasileiros. Realmente, concordo com o que voce disse, mas o Thiago falou tudo: são numeros que o governo não contribuiu um nada para sua realização. Ainda bem, pois sempre que ele intervem as coisas acabam piorando. Por outro lado, as coisas estã muito mais caras. Os livros que cinco anos atras se pagava 50 reais , que deve dar uns 16 euros, hoje paga-se um valor de 70 reais. As coisas aqui no Brasil estão muito mais caras. Combustivel automutivo nem se fala. Alias Mostardinha, vou escrever um artigo sobre Mozart em algum momento dentro destes dias. Abração e valeu pela dica. Espero que goste.

Devi disse...

Hello there, thank you for visiting my blog. Frankly I don't have much interest in politics and economics stuffs. I suggest you have segmented your blog readers. It's good though.

Nick!! disse...

Viva José Alberto!

Eis-me aqui aportando no Estados Gerais, em atendimento ao seu chamado, depois de navegar a esmo pela Web, com o astrolábio-google em mãos.

Tu poderias ter me facilitado deixando o endereço http do seu blog, não?

Nick!! disse...

Mas sobre o que foi proposto, se desconsiderarmos valores, é mesmo tudo verdade. Ontem, por exemplo, O risco país já não é mais 240 e caiu para 205 pontos, o menor já mesurado.

A respeito da economia estar em ordem, façamos justiça, muito dos créditos deve ser contabilizado na conta do governo FHC, ou governo Itamar, dependendo do ponto de vista. Ao governo Lula cabe-lhe o elogio de dar continuidade a vários planos, políticas e projetos de governos anteriores, e de os terem melhorado.

Um exemplo, é o programa Bolsa Família, que é a reunião de vários programas sociais do governo anterior. A unificação eliminou redundâncias de cadastro e melhorou o controle (embora as fraudes persistam).

E muito do bom momento da economia brasileira se deve à bonança econômica mundial, a qual o Brasil está sub-aproveitando, também é verdade. Mas as pessoas que fazem uso desse argumento esquecem, ou omitem, que vigora no país uma política de controle da inflação, o que inibe o crescimento econômico, mas permite que os preços internos sejam mantidos, entre eles os preços de alimentos. No ano passado tivemos um aumento de uns 3,5% do PIB e a menor inflação dos últimos anos. A Argentina, que cresceu muito mais do que nós, amargou uma inflação de mais de 11% ano passado.

As viagens presidencias, tão criticadas por essas pessoas, muitas delas lograram êxito comercial e hoje exportamos para diversos países, que antes não tínhamos relações comercial.

Essas pessoas que hoje insistem em não atribuir ao governo atual os bons fundamentos da nossa economia, são as mesmas que no passado diziam que os dados econômicos eram maquiados pelo governo.

Um abraço.

Cfe disse...

As exportações brasileiras aumentaram devido a dois fatores: o aumento significativo do comércio intra-empresas, ou seja o comércio entre matriz e filiais de uma mesma empresa transnacional e a intensificação do agribusiness no comércio exterior. Duas áreas claramente ostracizadas por setores do governo e partidos que o suportam. O aumento dos negócios na bolsa tem a ver com a estabilidade do país em si, que vem melhorando ano após ano desde 1994, ano de implantação do Real. O valor do salário mínimo em dólares, como o de outra coisa qualquer no Brasil oscila muito consoante o cambio. Não é literal enxergar no aumento do seu valor convertido em dólares, que tenha aumentado o poder de compra do mesmo na exata proporção. O valor do salário mínimo foi reajustado acima da inflação durante o governo Lula, e houve aumento do poder de compra, porem ficou abaixo do aumento percentual obtido no primeiro ano de implantação do plano real (final do governo Itamar/ início do Governo FH). O preço do cimento sofreu decréscimo devido não só ao aumento da oferta, bem como a diminuição de impostos sobre insumos básicos a construção civil ocorridos no governo da estrela. A medida foi duramente criticada pois haveria outras maneiras de baixar o custo de construção sem centrar o foco no incentivo ao uso do cimento, uma vez que as cidades brasileiras sofrem uma terrível favelização. A posição relativa do Brasil no ranking do tamanho das economias mundiais só cai desde o final do regime militar quando ocupava a 8ª (isso mesmo: OITAVA) posição. Nos últimos anos devido a constantes flutuações cambiais a posição tambem flutua (há dois anos estava na 15ª posição, e sem crecimento expressivo galgou a 11ª posição) De salientar que o Brasil só ficou atrás do Haiti em todo o continente americano (a contar do fim) na taxa de crescimento econômico. Dos emergentes, no mundo todo, é sempre o último. O preço do arroz ,as vezes cai devido a promoções, isso ocorre em qualquer governo, agora esse preço só pode ser piada...As reservas cambiais aumentaram muito neste governo , uma vez que os investidores internacionais consideram que o governo Lula não representa nenhum obstáculo ao normal funcionamento dos mercados finaceiros. Pode parecer exagero mas ele e o PT só pararam de dizer que não respeitariam os acordos internacionais 1 (um) ano antes de se eleger. Na altura,José Dirceu ,que ocupava a presidência do PT mudou os estatutos do partido para serenar os animos dos mercados, muito assustados com a possibilidade de vitória de um partido proto-comunista. O pagamento da dívida ao FMI teve um importante impacto psicológico e eleitoral com uma exaltação de uma independência financeira. Tivessem agido friamente e não teriam quitado um linha de crédito com juros baixos para ficar se financiando no mercado interno com juros altíssimos. A melhora do turismo no Brasil tem duas explicações: 1º) o esgotamento e saturação do mercado caribenho com a preferência dos turistas por novos destinos; 2º) o euro, valorizado como está, dá um poder de compra muito grande aos europeus que estão investindo, comprando e passeando no Nordeste brasileiro (que fica a seis, sete horas de viagem da Europa). O risco do país realmente caiu, mas caiu juntamente com os de todos os outros países. E tamebm porque ele estava claramente inflacionado devido a já explicado fator-Lula/PT. Se alguem quiser saber de economia do Brasil consulte: http://rodrigoconstantino.blogspot.com/ Por exemplo, tem agora uma explicação muito boa sobre o risco-país.

Luiz Eduardo disse...

Não sei quanto ao dado do turismo, o resto só tem um erro. o Rico-Brasil já está em cerca de 205 pontos (recorde inferior)...
eh... "acho" que a economia está melhor do que antes...

jose justino de souza neto disse...

Com a permissão do José Alberto, gostaria de fazer algumas observações a respeito das críticas a meu texto.
Em primeiro lugar, meu nome é este mesmo, José Justino de Souza Neto, não me escondo sob pseudônimos porque nunca tive medo de fazer política. Esconder-se sob capuz é típico de facistas.
Em segundo lugar, sou petista sim há mais de 20 anos, com muito orgulho. Não sou falso purista que vive a jactar-se de que não se filia a partidos.
Em quarto lugar, não idolatro ninguém. Até agora, não acusei qualquer um aqui de idolatrar o FHC ou algum outro entreguista qualquer.
Em quinto lugar, "apedeuta" é mais uma expressão preconceituosa contra o presidente operário. O anterior é sociólogo mas é um entreguista e completamente servil aos interesses do Departamento de Estado dos EUA. Só isso já é uma boa razão para ficar ao lado do operário.
Em quinto lugar, até agora não há nenhuma prova da existência do tal mensalão. Até agora, ninguém respondeu porque o governo iria pagar a deputados petistas para votarem em seus projetos. Ninguém respondeu porque na época em que teria ocorrido o tal mensalão o governo perdeu em várias votações no Congresso.
A direita torceu para o governo do presidente Lula não dar certo. Quando começaram os recordes econômicos, passaram a dizer que o governo do PT estava dando continuidade ao governo do FHC. A questão aí é que este governo não deu continuidade ao entreguismo e à privataria do anterior. Não deu continuidade ao desmantelamento do Estado mas, pelo contrário, promoveu diversos concursos públicos e começou a reconstruir o que havia sido destruído anteriormente. A Polícia Federal e a Petrobrás constituem dois bons exemplos.
Aliás, a Petrobrás é um dos melhores exemplos da diferença entre este governo e o anterior. No anterior, os seguidos desastres sofridos pela empresa, a queda de suas e ações e - coincidência das coincidências - a oferta destas em Wall Street mostram o caráter do governo tucano-pefelista. Prestem atenção no discurso do Alckmin e no "projeto" de seu governo. Está lá a continuidade da privataria e do entreguismo e a opção pela ALCA.
Os que gostam tanto do governo anterior podem não ter sido, talvez, assalariados na época. Muitas categorias de trabalhadores amargaram mais de seis anos sem reajuste salarial. Vejam o que diz a mídia (a mesma que vocifera contra o governo)desta semana a respeito do salário dos trabalhadores neste governo.
Agora, aqui entre nós, "nhém! nhém! nhém!" foi a expressão utilizada pelo FHC quando o questionaram uma vez. Só não posso afirmar se foi quando o acusaram de neo-liberal, ou quando disseram que sua política econômica obedecia ao Consenso de Washington, ou quando o pegaram num grampo telefônico fazendo aquela negociata que favoreceu o Daniel Dantas do Opportunity.
Apenas para finalizar, a Policia Federal fez mais duas operações. Numa delas, a de repressão ao contrabando, figura aquela lojinha que a filha do Alckmin fazia parte, a DASLU. Nos blogs que não escondem nada e não aceitam a ditadura da mídia empresarial podem ser vistas fotos da inauguração da loja, com a festiva participação, é lógico, do Alckmin, sua familia e o ACM (aquele que a Tribuna da Imprensa denomina de "Corleone").

VP disse...

A Sociedade Política, sabe-se à fartura, não é feita só de questões econômicas (em que pese a serem importantes), nem só de um presente eleiçoeiro.

A sutileza de novas formas totalitárias (fulgurantes numa carga infernal de tributos, no sucateamento da burocracia, na administrativização do Judiciário etc.) projeta expectativas preocupantes para a Terra dos Papagaios.

ass. VP

CAntonio disse...

Agora vai.....

O Brasil possui milhões de potenciais presidentes da república:

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil tem 33 milhões de analfabetos funcionais — pessoas com menos de quatro anos de estudo — e 16 milhões de pessoas com mais de 15 anos ainda não alfabetizadas.

E pelo andar da carruagem existem aqueles que sabem ler, entendem, mas infelizmente adoram o atraso.

O Sr. Inácio é sim um Apedeuta. Quem começa falando em EUA já nem merece mais crédito.

Enfim fique com o Apedeuta.

Nick!! disse...

Olá, José Alberto

Ontem informei um dado errado a respeito do crescimento da economia do Brasil. Na verdade, crescemos 2,3% em 2005.

Só mais uma palavra para aqueles que gostam de comentar que no ano passado, o Brasil só cresceu mais do que o Haiti, entre os países latino-americanos. É verdade. Mas a economia brasileira é muito maior do que seus amigos latino-americanos. É natural que grandes economias cresçam mais lentamente (do que economias menores), pois seu crescimento é calculado sobre valores extremamente elevados.

A respeito do tal "mensalão", que a imprensa insiste que teria existido, não encontraram (em um ano de apurações!!) comprovação da relação entre pagamentos de propina a deputados com a ocorrência de votações importantes no Congresso.

E diante disso, a comissão parlamentar de inquérito passou a injetar no conceito de "mensalão" outros ilícitos como a não contabilização de recursos (popularmente chamado aqui de "caixa dois") e transferência de fundos partidários.

No final do processo parlamentar, o conceito de "mensalão" ficou bem diferente daquele que foi denunciado por um hábil político oportunista chamado Roberto Jefferson.

Só que esses detalhes foram sub-ressaltados, e ficou para o povo a impressão que a propina parlamentar ocorreu.

Abraço

Nick!! disse...

Desde que o Brasil virou república, colecionamos uma enorme galeria de Presidentes, todos ilustres letrados bacharéis em alguma coisa, para em 100 anos alcançarmos a cifra de 33 milhões de brasileiros analfabetos funcionais, e outros índices mais vergonhosos. Que o Presidente-Operário sirva de inspiração para esses 33 milhões de brasileiros.

Cfe disse...

Para o pessoal de Portugal entender: o Lula aumentou vários salários da função pública. Voces não veem a dificuldade do Orçamento de Estado portugês aguentar a despesa de salários altissimos em relação a iniciativa privada? O Fernando Henrique Cardoso congelou, não deu aumentos para o setor público para dar tempo dos salários dos privados chegar aos alto níveis que o estado oferecia. Só houve uma exceção; as carreiras exclusivas do estado (policia, justiça, diplomacia, etc) Sabe qual é o salário de um deputado brasileiro? De um juiz? Um promotor? Não? Vou dar só uma amostrinha: um magistrado do Ministério Público, em inicio de carreira ganha 8.000 reais + plano de saúde (considerem que um salário de 8.000 reais tem no Brasil, um poder de compra semelhante a 8.000 euros em Portugal) Isso num país em que o salário mínimo é muito mais baixo que em Portugal. Querem outra: sabia que no Brasil foi aprovada uma lei ( no tempo do FH) que "indeniza" quem "lutou" contra o regime militar? Justo? Pode ser... por exemplo o Lula só ficou preso umas horinhas de vez em quando, nunca apanhou, muito menos torturado foi e recebe mais de 3000 reais (acho que é 4 e alguma coisa mas não quero dar informação errada) livre de impostos. Um escritor, Carlos Heitor Cony, recebe algo com 19.000 reais por mes. Nunca sofreu violencia, mas foi despedido da direção de um jornal, seguindo em frente ganhou sua vida doutras maneiras em outros empregos, sem prejuizo material.Outro exemplo: o operário Manuel Fiel Filho, morto ( por tortura) quando estava sob custódia deixou esposa e filhas numa penúria. Sua mulher trabalhou muito para poder criar as crianças.Sabe quanto recebeu de indenização? 700 reais (setecentos)! Então fica combinado: quem foi despedido, aposentado, afastado, exilado ainda que não tenha sofrido tortura ou morte recebe um fortuna livre de impostos, quem morreu ou ficou na pior recebe um miserê. Querem saber quanto recebe a familia do soldado Mario Kozel Filho, que estava de serviço no QG do II Exercito, em São Paulo, quando o grupo em que militava o José Dirceu, a Vanguarda Popular Revolucionaria jogou um carro bomba? 330 reais, mas ainda não conseguiram receber um tostão... Agora a família do Lamarca, que é um herói para a esquerda brasileira por ter desertado do exército e planejar golpes terroristas contra o regime militar, já recebe...
O Sr. Justino deturpou as declarações do candidato José Serra ao governo de São Paulo; ele disse que a inclusão de filhos de migrantes ( oriundos de estados mais pobres e atrasados ) diminui a média das notas obtidas na escola. Ele não disse que eram inferiores ou incapacitados apenas que não tem o mesmo aproveitamento escolar dos nascidos em SP. Seria mentira dizer que, em Portugal, os filhos de imigrantes da ex-colonias africanas portuguesas tem um mais baixo aproveitamnto do que os filhos dos imigrante europeus de leste? É claro que não, pois o local de proveniencia duns tem melhores condições do que outros. Ao constatar isso ninguem diz que o grupo mais fraco (no aproveitamento) não conseguiria melhorar se tivesse as mesmas condições dos que os mais bem preparados. Outra coisa: o Sr. Justino está enganado quando diz que não houve prova do mensalão e está delirando quando pergunta porque o Serra não coloca a culpa da baixa média na educação nos imigrantes ( alemães, portugueses, italianos, japoneses, etc.) Quem é que segura o país, meu chapa?

José Alberto Mostardinha disse...

Viva:

Ora cá temos nós um exemplo concreto do direito ao contraditório.

Quem viveu, ou conheceu, de perto os factos ajuizará da sua veracidade...ou não.

Uma coisa é certa, com este tipo de debate aberto seguramente que se constrói uma opinião muito mais fundamentada.

Como já ouvi em qualquer lado:
"Só os burros não mudam de opinião".

ancião.netuniano disse...

Grande José Alberto - devia uma visita requisitada a muito tempo (desde que discutimos os benefício de uma guerra anciaonetuniano.blogspot.com) e aqui vemos uma analogia máxima do que diziamos - a guerra entre PT e PSDB, na nova democracia brasileira - que tem apenas 26 anos - esta produzindo os bons efeitos de uma guerra total!

Sem a polaridade política que hoje se conhece - os interesses de pequenos grupos de políticos corruptos (corrupção sempre existiu no Brasil, o que temos agora é a inapetência em lidar com ela / o maior defeito da atual gestão!) - se sobrepunha a uma gestão austera do estado e quando muito produzia resultados difusos.

De forma que a guerra política faz com que se objetive a todo custo o crescimento e a inserção economica do Brasil no mundo. E como você bem ressaltou a Bovespa é a maior prova disso. Finalmente o gestor estatal brasileiro (diferente do político) entendeu o que os ingleses fizeram a 400 anos, em relação ao setor privado.

Eis a verdadeira medida da guerra.

Anónimo disse...

José Justino tem razão.

Os supostos delitos cometidos por membros do PT não cheha a 0001% dos crimes efetivamente ocorido no governo FHC. Na minha participação em grupo de discussão, em forum, eu sempre digo: FHC foi o único presidente do Brasil a ser réu em ação popular, por conta da vergonhosa doação da Cia Vale do Rio Doce, foi o único presidente do Brasil a ter flagrado em grampos telefônicos, como ocorreu no caso da venda da Brasil Telecon ao empresário-bandido Daniel Dantas.
Qualquer brasileiro consciente sabe como funcionava a Polícia Federal do Brasil na época época de FHC, todo mundo sabe como era a Procuradoria da República na era FHC.

Cfe disse...

Do www.alertabrasil.blogspot.com: O secretário de Assuntos Estratégicos, Luiz Gushiken, perdeu o poder, mas – ainda bem – não deixou as boas coisas da vida de lado. Em jantar no restaurante Magari, em São Paulo, há duas semanas, Gushiken, ex-presidente do Sindicato dos Bancários, revelou-se requintado. Acompanhado de um diretor de uma empresa de comunicação, serviu-se de uma garrafa de Grand Vin de Chateau Latour, safra 1994, um tinto apreciadíssimo. O néctar do Pauillac custa 2 990 reais a garrafa. Depois, o "China" acendeu um charuto cubano, que não fumou até o fim. Total da brincadeira: 3 500 reais. A conta foi paga em dinheiro vivo rachada entre os dois.
E nós é que somos a "zelite"!!!!! E aí, anônimo vai ficar no 000,1% ? Qualquer cidadão português compreenderá que o FHC não é santo como nenhum político é, mas o Lula chegou ao poder com um discurso do genero daquele deputado radical portugues, o Francisco Louçã: só ele era o honesto o resto não prestava. Ora, quem usa uma platarfoma política dessas jamais poderá transigir com a corrupção.

Anónimo disse...

De 2005 para cá os presidentes do PT, PL, PTB e do PP foram acusados e afastados ou perderam o mandato. O poderoso ministro chefe da casa civil foi demitido e cassado e acusado de chefe de quadrilha. Seu assessor mais importante foi demitido por corrupção demonstrada em vídeo. Todas as diretorias de poderosas empresas como Furnas, Correios, IRB, foram afastadas por denúncias de corrupção. A executiva do partido do presidente foi afastada por corrupção. O presidente da câmara de deputados do PT e os líderes do PT e do governo na câmara e no senado, foram afastados por denúncias de corrupção.

O ministro da fazenda foi demitido e responde a vários processos por corrupção em Ribeirão Preto e violação de conta bancária. O poderoso vice-presidente do mais importante fundo de pensão do Brasil -Previ-BB- do PT, foi afastado por corrupção. O ministro que mandava na propaganda do governo e nos fundos de pensão, foi afastado num quadro de corrupção. Um canal de corrupção entre agencia de publicidade, o PT, o governo, bancos e políticos da base do governo foi descoberta na mais ampla rede de corrupção política de que se tem noticia. O ministério da saúde, articulado com a casa civil, uma empresa privada e dezenas de parlamentares, criou um sistema de liberação de emenda com pagamento de propina.

A Caixa Econômica, bingos e a casa civil armaram licitação milionária e fraudulenta. Um carro landrover dado como compensação ao secretario geral do PT. Os cartões de crédito -secretos- da presidência, seus amigos e parentes, foram usados para gastos privados. O prefeito de Santo André foi provavelmente assassinado por caixa 2 do PT. A esposa do prefeito do PT,de Campinas diz que ele foi assassinado por razões políticas. Telefônicas combinavam seus negócios no Planalto com interveniência do tesoureiro do PT e de uma agência de publicidade. O relator da CPI da evasão de divisas deputado do PT, mantinha relações espúrias com doleiros. A agência de publicidade que fez a campanha do presidente reconheceu que recebeu caixa 2 de campanha no exterior e continua com contas do governo federal.

O amigo do presidente pagou suas contas dizendo que o presidente não sabia. Depois o presidente disse que sabia. O sigilo do mesmo não foi aberto. E muito mais, que se sabe,... e que não se sabe.

Primavera Negra disse...

Caro Mostardinha:
pelo que eu vi várias informações ali são falsas. Salário mínimo de 170 dólares? Onde? E quando foi de 56 dólares? E o fato de o real estar sobrevalorizado, destruindo o setor exportador tem algo aver com isso, não?
O risco Brasil caiu? sim, mas a taxa de juros subiu ainda mais, o que é ridículo.
O arroz fiocou mais barato? Não por mérito desse governo que destruiu o agro-negócio.
Não sei de onde você tirou esses dados ( e você não fornece as datas nas quais eles seriam válidos ), mas pra quem tá aqui no Brasil é muito claro que o País anda pra trás bem rápido com Lula no governo.
Abraço.

José Alberto Mostardinha disse...

Viva:

Os dados apresentados não interessam para o caso e até se pergunta se são verdadeiros ou falsos.
A intenção é promover o debate aberto e franco entre as diversas maneiras de ver a realidade brasileira.

Obrigado pela participação.

Um abraço,