=====================

 

Ideias para Blogger

Compreensão Sábia e Activa.

Written By Al Berto on quinta-feira, julho 13, 2006 | quinta-feira, julho 13, 2006

A primeira condição para libertar os outros é libertar-se a si próprio;

Quem apareça manchado de superstição ou de fanatismo ou incapaz de separar e distinguir ou dominado pelos sentimentos e impulsos, não o tomarei eu como guia do povo;

Antes de tudo uma clara inteligência, eternamente crítica, senhora do mundo e destruidora das esfinges;

Banirá do seu campo a histeria e a retórica;

E substituirá a musa trágica por Platão e os geómetras.




Hei-de vê-lo depois de despido de egoísmo, atente somente aos motivos gerais;

O seu bem será sempre o bem alheio;

Terá como inferior o que se deleita na alegria pessoal e não põe sobre tudo o serviço dos outros;

Á sua felicidade nada falta senão a felicidade de todos;

Esquecido de si, batalhará, enquanto lhe restar um alento, para destruir a ignorância e a miséria que impedem os seus irmãos de percorrer a ampla estrada em que ele marcha.

Nenhuma vontade de domínio;

Mandar é do mundo das aparências, tornar melhor de um sólido universo de verdades;

Se tiver algum poder somente o veja como um indício de que estão ainda muito baixos os homens que lho dão;

Incite-o o sentir-se superior a mais nobre e rude esforço para que se esbatam e percam as diferenças;

Não aproveite para mostrar a sua força a fraqueza dos outros;

O bom lutador deseja que o combatam mais rijos lutadores.

Será grato aos contrários, mesmo aos que veem armados da calúnia e da injúria;

Compassivo da inferioridade que demonstram fará tudo que puder para que melhorem e se elevem;

Responderá à mentira com a verdade e ao ódio com o bem; Tenazmente se recusará a entrar nos caminhos tortuosos;

Se o conseguirem abater, tocará com humildade a terra a que o lançaram, descobrirá sempre que do seu lado esteve o erro e de novo terá forças para a luta;

e se o aplaudirem pense logo que houve um erro também.

6 comentários:

Jorge Arbusto Sr. disse...

O Mestre sabia o que fazia e dizia...

veritas disse...

Olá José Alberto!
"Antes de tudo uma clara inteligência, eternamente crítica, senhora do mundo e destruidora das esfinges"
Acho que esta é uma das frases que define este grande homem...admiro-o, e descobri-o através dos seus olhos...é esta a postura que eu quero aprender a ter na vida, por isso estas palavras se bebem, como água, fluída e cadente que nos sacia e consola...
Obrigada por partilhar estes momentos!

Maréchal Ney disse...

Most:

Venha à minha terra visitar o Prof. Agostinho da Silva.

Tem aqui o seu lugar cativo, na charneira de uma Rua.

Um Xi
Maréchal Ney

José Alberto Mostardinha disse...

Viva Jorge Arbusto:

Obrigado pela contribuição com o seu comentário bastante objectivo.

Cumprimentos,

José Alberto Mostardinha disse...

Oi Veritas:

Estes são também os meus 20 Mandamentos que, na minha imperfeição, procuro praticar.

- "O seu bem será sempre o bem alheio;"

Só este traduz aqueles 10 que nos ensinaram.

Ser discípulo de Agostinho da Silva é de facto uma "religião" entendida como ele a entendia e não como ela se procura "vender".

Ler e meditar Agostinho da Silva é levar ao espírito o "alimento" pleno de que ele precisa.

Tenho pena de quem não tem o superior conforto de conhecer o seu pensamento.

Bjs.

José Alberto Mostardinha disse...

Viva Maréchal:

Estava a vêr que se tinha esquecido de visitar os amigos :-).
Um dia destes vou aí a Azurva fazer-lhe uma visita.
Obrigado pela contribuição,

Um abraço,