=====================

 

Ideias para Blogger

Porto de Aveiro, um porto com futuro.

Written By Al Berto on segunda-feira, abril 03, 2006 | segunda-feira, abril 03, 2006


Na questão da regionalização terão que ser muito bem ponderados os prós e os contras de toda essa restruturação administrativa.

Conheço bem Coimbra e estou convicto de que não será por imposição administrativa de quem quer que seja que ela se desenvolverá ou poderá, nos anos mais próximos, acalentar a hipótese de se aproximar da nossa cidade em termos de desenvolvimento sustentado...bem pelo contrário.

A corroborar esta minha análise, entre outros razões, junto mais uma tal como disse José Luís Cacho, Presidente da APA acerca do Porto de Aveiro:

“Verifica-se que dista cerca de 300 quilómetros de Salamanca, 400 de Valladolid e 500 de Madrid. Portanto, comparativamente com outros portos de Espanha, pode concorrer directamente com Gijón, Santander, Barcelona ou Valência”...
Para 2015, pretendemos que o Porto de Aveiro seja um dos mais dinâmicos e competitivos da faixa atlântica da Península Ibérica no transporte de curta e média distância e possuir um amplo pólo de desenvolvimento logístico industrial"


Isto são razões de natureza geográfica que ninguém pode alterar "administrativamente" e em que Aveiro, apesar de muitas tentativas ao longo da sua história , muitas com sucesso, para colocar em Coimbra vários centros administrativos, já mostrou que é nas suas gentes que assenta a sua riqueza e o seu desenvolvimento.

É por isto que não acho que haja algo a temer com qualquer tipo de regionalização.

Como aveirenses cá estaremos, sempre atentos e vigilantes e, sobretudo, sempre preparados para receber e colaborar com todos aqueles que escolhem Aveiro para investir como cidade de paz social, trabalho, progresso e muita fraternidade entre o seu povo.

3 comentários:

migas (miguel araújo) disse...

Parabéns pela coragem do regresso

M. Pereira disse...

De facto a análise é interesante.

José Alberto Mostardinha disse...

Viva Miguel:

Obrigado pelo seu incentivo.
Vamos a vêr se consigo produzir alguma coisa de jeito.

Um abraço,