=====================

 

Ideias para Blogger

Será para entender?

Written By Al Berto on sábado, setembro 23, 2006 | sábado, setembro 23, 2006

A despesa militar no mundo em 2006 será 15 vezes maior que o destinado à ajuda internacional, alcançando os 834 mil milhões de euros, mais do que no período da «Guerra Fria», segundo um relatório da organização não governamental INTERMON OXFAM.

O documento, tornado público hoje pela Cadena SER, faz ainda referência ao aumento de vendas de armamento em todo o mundo, com os fabricantes a verem os seus
lucros subirem mais de 70% entre os anos 2000 e 2004.

Para a INTERMON OXFAM, são estas armas que estão a alimentar os conflitos que, por sua vez, são a principal causa da fome no mundo. A organização estima que 35% das emergências alimentares ocorridas nos últimos anos são provocadas pelas guerras.
********

Ajuda internacional, fome, armas, conflitos, terrorismo !!!???
Industria de armamento, tráfico de armas !!!???
Há aqui qualquer coisa que eu não percebo...

20 comentários:

Guilherme Roesler disse...

Mostardinha, infelizmente é assim. Os mesmos que compram as armas são os mesmos que depois vão pedir ajuda para por paz em seu país... A ONU nada faz, mas por que será?? Como dito no post, deve ser a idade que impede a compreensão destas coisas... Abraços, Guilherme

Nelson Peralta disse...

Em tempos abordou aqui o Triunfo dos Porcos... Do mesmo autor, 1984 apresenta uma justificação para a existência da guerra... Ficção...

Susana Barbosa disse...

Boa lembrança a de Nelson Peralta!
Não, não dá para entender, José Alberto.
Mas há quem entenda. Os da lógica do capitalismo selvagem, aqueles que sabem tudo sobre números e nada sobre valores.

Um abraço e bom domingo

sANdrA fasolo disse...

O mundo levou aforismas de Heráclito a sério demais, digo, levou aos extremos, melhor, levou para "além" ... metaguerra mais que real. Triste.

beijos para ti, Most.

LCMarques disse...

Interesses econômicos acima do convívio pacífico.
Até quando aguentaremos sem nos rebelar. Até quando continuaremos a achar que enquanto não é conosco, não devemos nos meter.
O que faremos quando nos atingir, afetar...?

Luna disse...

Quando olho para esses meninos, só me salta á mente, tanto se fala em direitos das criança,quais são então essas direitos, se abrirmos as janelas da vida, só vimos tormento
beijos

Ricardo Rayol disse...

O mundo é de uma bizarrice extraordinária.

Giulia disse...

A infância desperdiçada.... uma pena. Maior lamento é a falta de perspectiva de futuro dessa meninada. Bjs.

veritas disse...

Olá José Alberto:

Espero que esteja a passar um bom fim de semana. O que mais me choca é que são crianças que já nascem com o intuito do aproveitamento guerreiro e bombista pelos que as rodeiam, como é possivel olhar uma criança bem nos olhos e não querer ler lá a inocência, o brilho da descoberta ...mas antes viver para lhes incutir ideais fundamentalistas, extremistas sob os diversos pontos de vista??
Eu olho para os meus filhos e sinto arrepios, porque me lembro de todos os meninos que pelo mundo andam perdidos...

Bjs.

Cris disse...

Triste realidade...Mas não viemos nesse mundo a passeio, Mostardinha..não mesmo!!!Beijo e boa semana..:)

JotaCê Carranca disse...

Se os fabricantes de armas, ligeiras e pesadas, pagassem um imposto qualquer na ordem dos 80% será que ainda as fabricariam?
Há uma curiosidade que tenho vindo a verificar: cada guerra trás uma arma nova. Será que ela é feita só para a testar?
As coisas que eu não sei.

Poemas e Cotidiano disse...

Onde esta a inocencia dessas criancas, que ja nascem crescidas?
Beijos
MARY

Ane Brasil disse...

isto é o capEtalismo, meu caro.
Sorte e saúde pra todos!

Saramar disse...

Meu amigo, é um círculo mais que vicioso: ad guerras alimentam o mercado de armas e vice-versa. São simbióticos.
Terrível gênero humano que inventa artefatos para se auto-destruir, matando suas crias para encher suas bolsas.
Triste registro, terível registro.

CarpeDiemBeHappy disse...

Olá!:)

Tu não percebes..eu também não e gostava que alguém me explicasse muito bem!!!
Infelizmente é assim, um ciclo vicioso...para uns ganharem outros perdem..sofrem.

P.S.: deixaste um comentário para a cris no meu blog?!:):)

Beijo

migas (miguel araújo) disse...

Meu Caro
Para além da excelente referência literária do Nelson Peralta, a explicação, dos dias de hoje, é simples.
Os estados que se alimentam da indústria bélica, são os mesmos que se alimentam da guerra e da fome dos outros, e são ainda os mesmos que bradam aos 4 ventos pela Paz.
Quer que explique melhor?!
O meu amigo conterrâneo, já por inúmeras vezes comeu "pescadinha com o rabo na boca".
Voi lá...
Um abraço

Kafé Roceiro disse...

Nem eu percebo, amigo Mostardinha!

belinha disse...

http://sibeledmonds.blogspot.com/


Hoje dei de caras com este blog.É sobre o filme Kill the messenger.Assunto: mercado negro de armamento nuclear.Por falar e armas...

thesarcasticway disse...

Não...

Cris Zimermann disse...

Zé, podem alegar o que for, mas imagens como essa, de crianças empunhando armas são sempre chocantes. Não existe lucro que justifique essa dor...

bjsss