=====================

 

Ideias para Blogger

A Madeira tem um "santo de pau carunchoso".

Written By Al Berto on terça-feira, julho 18, 2006 | terça-feira, julho 18, 2006

Á sete anos o então Primeiro-Ministro António Guterres pagou a dívida da Madeira.
Entretanto a Madeira tem recebido rios de dinheiro da Europa e o Orçamento do Estado tem sido generoso para com a Região.

De resto, relativamente ao antigo primeiro-ministro que assumiu 110 milhões de contos, correspondentes a 70% da dívida regional, além dos 12 milhões de contos da dívida existente no serviço regional de saúde, Jardim - depois de o ter chamado «mafioso», «fariseu» e «mula da corporativa» a Guterres - considerou-o recentemente um «homem intelectualmente honesto» e com «um perfil intelectualmente diferente» do actual chefe do Governo da República.

Contrariando a norma do endividamento zero imposta pela antiga ministra Ferreira Leite, assim como as advertências do Tribunal de Contas, a dívida directa, indirecta e a fornecedores da Madeira atingiu novamente um montante global de 1252 milhões de euros, o dobro dos 690 atingidos em 2001.
Este montante não inclui a dívida das 11 câmaras que quase triplicou entre 1998 e 2003, ao totalizar nesse ano 160 milhões de euros.


Estamos pois perante um claro caso de justiça a que o Procurador Geral da República não devia virar costas.

Há muito que o Presidente do Governo Regional se devia ter sentado no banco do tribunal para dar explicações da sua gestão ruinosa da Madeira e da sua, mais que polémica, condução dos destinos daquela parcela do território nacional, para além dos insultos continuados ao Governo e ao Presidente da Républica.

13 comentários:

thesarcasticway disse...

Há muito que o homem já podia era ter saido do poleiro... mas qual ditadura... ditador que é ditador tem que governar atè à morte, e tal e qual o nosso amigo cubano Fidel Castro, o Alberto

thesarcasticway disse...

João Jardim está destinado a só sair daquele belo poleiro directamente para o carro funerário...

Mas o interessante é perceber a maneira tão hipócrita do "quem quer tacho" Guterres que depois de ser apelidado com aquela bonita alcunha da musica do Madeirense Max... ainda diz que o homem é uma pessoa inteligente...

Francamente... há muito para falar sobre a governação ruinosa do homem no arquipélago, da disparidade que apresenta a ilha da Madeira quando toca ás dicotomia PS\PSD, mas realmente já merecia uma fiscalização a sério...

Magui disse...

O que eu li sobre a Ilha da Madeira e que la tem os hoteis mais luxuosos e caros de Portugal. Que la a abastan�a e a olhos vistos.Aqui em Guarapari apareceu um casal , morando na Ilha da Madeira , riquissimo, querendo colocar um negocio para turistas. Seria lavagem de dinheiro? ( o meu blogstar esta desativado)
http://somagui.zip.net

Magui disse...

Aquela Jussara e gente perigosa, fan�tica e escreve o que quer.Entra nos blogues das pessoas, ofende, ameaca.E o retrato exato da turma do PT.Partido de terroristas, ladroes e gente ordinario. Tomaram de assalto o Brasil e nao sabemos como vamos ficar livres deles porque gastam fortunas do dinheiro publico dando esmolas para os ignorantes.

Saramar disse...

Querido, a incompetência sempre é acomapanhada pela arrogância e a falta de edcuação, não acha?

Beijos

thesarcasticway disse...

Magui, para melhor informação... a Madeira é uma ilha cujas receitas são feitas a partir do turismo de luxo, muito atractivo aos cidadãos de paises nórdicos...

mas desconhece por completo a miséria da Madeira...

sabia que na Madeira rural, é hábito as mulheres vestirem a sua melhor roupa quando vêem um continental solteiro, para ver se eles as levam para o continente?

Sabia que o Presidente da Região Autónoma não distribui convenientemente o dinheiro pelos autarcas camarários eleitos pelo partido da oposição?
Que esse senhor não comemora o 25 de Abril e não o deixa comemorar na Ilha?
Que chama " palhaço" ao Presidente da Republica?
Que gostaria um dia de pedir a independência a Portugal, sabendo que a Madeira depende e muito dos dinheiros comunitários?

José Alberto Mostardinha disse...

Viva:

Obrigado thesarcasticway pelo contributo e esclarecimentos.

Um abraço,

thesarcasticway disse...

De nada Mostardinha...

migas (miguel araújo) disse...

Viva
Só vamos deixar de nos preocupar e incomodar com a perplexiddae da Madeira quando conseguirmos entregar a ilha às Canárias ou a Marrocos.
Até lá, aturem-no que eu já há muito que deixei de ter pachorra.
Eu voto, em referendo,pela sua independência.

thesarcasticway disse...

Migas, e eles viverão de quê?

Da exportação da banana, quando existe milhentos paises a exportá-la?
Da exportação de bordados?
Apenas do turismo?

Não creio que todos os madeirenses fossem a favor da separação da Ilha em relação a Portugal, pois o nosso dinheiro cai lá emk grandes quantidades e é o dinheiro que dá alimento aquele gente toda!

Também não creio que os Madeirenses gostassem de ser passados para o lado Espanhol ou para o lado Marroquino... é um povo que segue intrinsecamente a cultura que os Portugueses por lá deixam há quase 600 anos...

Agora tem o azar de ter um lider que apenas gosta de se exibir e de passar uma imagem paternal da sua " potestas" dentro da ilha... porque no fundo, no fundo, o Alberto João Jardim sabe que é o continente que sustenta aquilo tudo... o problema dele é apenas um, gosta de dar nas vistas para ver se recebe mais uns milhões de euros dados pelo continente para ver se ele cala a boca em relação a muitas atrocidades que os nossos governos fazem e que Alberto João sabe...

Abraço!

migas (miguel araújo) disse...

Meu caro João
É assim.
A Madeira tem o líder que escolhe democraticamente.
Por tanto tem aquilo que merece.
Todos os madeirenses me merecem respeito. Mas não posso aceitar a demagogia de que são excepção a tudo, nada do que legislado se aplica a eles, com regras e excepções próprias que ninguém entende.
Deves compreender que já chega de todos nós, eu, tu, o continente, passarmos a vida a alimentar um paraíso que nem obrigado sabe dizer.
Se portugal e o continente é tão mau como sempe afirmaram, façam o favor de serem felizes, mas sozinhos.
Dou-te mais um exemplo. Há onze anos, fui em Dezembro, até à tal ilha. 12 diazitos.
Acreditas se te disser que nesses doze dias, sem qualquer excepção, com toda a gente que falei (e foi muita), nem um ou uma madeirense falaram bem do tio João. No entanto, na hora da cruzinha... eis que nos chegam as maiorias. E a parvoíce política.
Um abraço

thesarcasticway disse...

Caro amigo Migas,

Não pense que o contrario no que diz...
subscrevo por completo

Não está certo terem poder e como é observado na CRP ( Constituição da Republica Portuguesa) ( isto para todos os Brasileiros que visitem este sitio de modo a estarem mais informados sobre o que quero dizer) que é a lei máxima do nosso pais, para furar sobre alguns assuntos na medida em que deve ser a Assembleia da Republica e o governo a legislar... mas contra isso não podemos fazer nada, pois como se sabe, em Portugal, o legislador ao fazer as leis pensa em tudo, até na maneira das suas leis serem " furadas" ou interpretadas de uma maneira diferente por outrém de mais perspicácia juridica ( tal como o Alberto João que demorou 13 anos a cursar direito em Coimbra e depois Lisboa)

Não sou defensor da sua auto-determinação, muito menos da sua independência... Tenho um unico motivo para isso:
- Não sei se aguentarão sózinhos...
Se a miséria em certos sitios e como testemunhei no local quando lá fui há 4 anos atrás é tão grande ( e falo da tristeza que senti quando fui a Porto Moniz e vi os jovens da minha idade parecendo homens já de 20 e tal anos, por exemplo)continuará a ser pior quando por lá não chover o dinheiro dos nossos impostos ou certos fundos comunitários que dão o pão de cada dia aquela gente!

Isso é que me assusta Miguel... miséria já há muita no mundo... não se admite no Mundo Ocidental Civilizado, com esta vaga enorme advinda da tão desacerbada globalização, miséria intelectual... menos se tolera, menos se admite que haja miséria de " boca" isto é " fome"... e se a Madeira ficar independente de Portugal, posso-lhe garantir que vai havê-la aos " montes" na Ilha da Madeira...

Outro aspecto:
Se falam mal do Tio Alberto João, a isso, eu chamo hipocrisia... mas é uma coisa que eu também já ouvi da boca de colegas meus Madeirenses da minha residencia Universitária... e pior do que ser hipocrita, é ser cacicado... e neste caso, quando chegam as eleições, como é costume em Portugal, o cacique entra em acção, prometem-se mundos e fundos... até ao ponto que tudo o que foi prometido cai em saco roto!

Espero não ter sido muito maçador com o meu ponto de vista!

Abraço Miguel e José Alberto

José Alberto Mostardinha disse...

Vivam caros amigos:

Eu é que agradeço a vossa participação...

Um abraço,